Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Aviação

ROTA M&E: Ethiopian reduz voos para SP e Azul recebe 21 aeronaves em 2019

rota_meO ROTA M&E está mais uma vez no ar trazendo o que de mais importante aconteceu em mais uma semana movimentada da aviação comercial de e para as Américas. Como acontece todas as sextas-feiras, aqui estamos para trazer o resumo semanal de notícias e informar ao leitor sobre as novidades com relação a criação de novas rotas, cancelamento de voos, troca de aeronaves, aumento de oferta, entre tantos outros assuntos. Confira:GOL                                                3,5 milhões de passageiros transportados em janeiro

A Gol divulgou os números prévios de tráfego do mês de janeiro de 2019. No mercado doméstico, a oferta (ASK) aumentou 3,3% e a demanda (RPK) 3,9%. A taxa de ocupação doméstica, por sua vez, foi de 84,6%, aumento de 0,5 p.p. em relação a janeiro de 2018. Já o volume de decolagens reduziu 1,1% e o total de assentos aumentou 3,7%. Já a oferta (ASK) e demanda (RPK) internacional aumentaram 22,1% e 18,1%, respectivamente. CONFIRA.ETHIOPIAN                                                        Redução de voos para SP e Buenos Aires

A Ethiopian Airlines prepara mudanças em suas operações para a América do Sul. A partir do dia 9 de março, os voos entre Addis Abeba, São Paulo e Buenos Aires deixam de ser diários e passam a ser realizados três vezes na semana. A quarta frequência pode até ser adicionada, mas em datas préviamente selecionadas. A companhia também optou por manter 100% das operações do B777-200LR, ao invés do mix entre B777s e B787s. VEJA.AZUL                                                                  21 novas aeronaves em 2019

A Azul ampliou a sua projeção de frota para este ano. A companhia, que já havia iniciado a expansão em 2018, anunciou que receberá 21 aeronaves de última geração, número que supera a projeção do mês passado. Essa mudança foi possível devido à saída de 15 E195 E1s, sete a mais do que o anunciado. A troca de aeronaves menores por maiores traz um aumento de 18% na oferta, com apenas 5% a mais de partidas. SAIBA MAIS.Air France divulgou voos para quatro novos destinos no verão europeu                                                           Mudanças na companhia regional HOP

Cerca de um mês após confirmar o fim das operações da Joon, o CEO da Air France-KLM, Benjamin Smith, permanece focado em fortalecer e criar uma identidade para as companhias subsidiárias pertecentes ao grupo. A nova investida aconteceu já no começo deste mês com a decisão de reestruturar a regional HOP!, que perde o ponto de exclamação (!) e passa a se chamar oficialmente Air France HOP. Saiba mais ao clicar AQUI.

Receba nossas newsletters