Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.
De acordo com a legislação atual, informamos que a nossa empresa NÃO utiliza cookies para melhorar experiências a quem nos acessa. Por favor leia nossa Política de privacidade e saiba mais sobre a transparência e Governança Corporativa da nossa organização.
OK

Aviação

Air France-KLM terá 18 voos semanais para o Brasil a partir de julho; veja rotas

03

Jean-Marc Pouchol, diretor geral para América do Sul, e Seth Van Straten, diretor Comercial da América do Sul da Air France-KLM, participaram da live

A Air France-KLM atualizou a malha aérea para o mercado brasileiro e anunciou medidas em meio à crise da Covid-19 nesta quarta-feira (10), em live liderada pelo diretor geral da Air France-KLM para América do Sul, Jean-Marc Pouchol. Ambas passaram a operar 14 voos semanais para o Brasil desde essa segunda-feira (8) e escalam 18 voos semanais em julho e agosto, com partidas de Rio de Janeiro/GIG e São Paulo/GRU para Paris e Amsterdã.

  • Veja abaixo um infográfico com a programação dos voos

“Tivemos seis voos semanais do Brasil até a Europa, de Paris e Amsterdã para São Paulo e Rio. Isso foi nossa oferta durante o mês de abril. Logo depois a demanda começou a aumentar e, graças a isso, começamos a aumentar a nossa oferta. Tanto é que a partir desta semana passamos a ter 14 voos semanais até Paris e Amsterdã, de Rio e São Paulo, e para julho e agosto vamos atingir os 18 voos semanais”, disse Jean-Marc Pouchol.

Os 18 voos semanais, de acordo com Jean-Marc, estão longe dos 45 que seriam operados em padrões habituais de oferta, mas mostram uma evolução da demanda de passageiros ao longo dos meses, mesmo em meio a pandemia, o que cresce também o número de operações por aqui. De 23 de março, começo da pandemia, até esta quarta-feira (10), mais de 30 mil passageiros já voaram com as companhias de/para o Brasil. Agora, a expectativa é para a reabertura das fronteiras europeias.

05566

Informações e dados sobre as operações da Air France-KLM no Brasil

“Grande parte dos nossos passageiros agora é composta por brasileiros e estrangeiros que têm outras nacionalidades e querem e podem visitar seus países. Outro ponto importante é o transporte de carga. O próximo passo é a abertura das fronteiras, o que estamos aguardando neste momento. Para julho e agosto temos 18 voos semanais, bem abaixo se compararmos com o padrão habitual de oferta, mas o Brasil é um mercado-chave mesmo com esse programa reduzido”, destacou Pouchol.

Jean-Marc Pouchol reiterou que Air France-KLM nunca parou de operar no Brasil. “Desde o início, mantivemos as rotas. Nosso objetivo foi atender nossos clientes para que voltassem para suas casas, tanto para brasileiros, como estrangeiros que estavam no Brasil. Mantivemos os voos também para manter as atividades de carga, para o transporte de medicamentos, suprimentos, materiais essenciais que queriam manter o transporte”, disse o diretor.

Jean-Marc sobre voos para Fortaleza: “Não há previsão para a retomada. Temos muito menos expatriados, logo a demanda é mínima, não daria para operar hoje. Mas, sim, prentendemos retomar os voos para Fortaleza. Quando? Cedo demais para responder”.

Com relação às operações para Fortaleza, o diretor geral da Air France-KLM para América Latina afirmou que não há previsão para retomada das operações justamente pela atual demanda baixíssima no momento. “Não há previsão para a retomada de voos para Fortaleza, que é mais um mercado de lazer, diferente de São Paulo e Rio. Temos muito menos expatriados, logo a demanda é mínima, não daria para operar hoje. Mas, sim, prentendemos retomar os voos para Fortaleza. Quando? Cedo demais para responder”, disse.

Programação dos voos

66666

Voos programados para América Latina

Programação global de voos para julho e agosto

A Air France-KLM vai operar apenas 15% dos voos programados para junho. Somente a Air France vai operar 35% do programa habitual em julho e 40% em agosto, em 137 destinos na França, Europa e mundo. Já a KLM vai operar de 35 a 40% do programa habitual em julho e agosto, com voos para 73 destinos na Europa e de longa distância. “De julho até agosto, vamos crescer até 40% da nossa programação habitual, principalmente para destinos chaves na França”, disse Seth Van Straten.

Aqui na América Latina, a Air France-KLM suspendeu as operações para o Chile e deve retomar com um voo semanal em julho, a partir de Santiago. Na Argentina, de acordo com Jean-Marc Pouchol, a situação é ainda mais complicada porque o governo proibiu a operação dos voos comerciais, medida que vale até 1° de setembro. Para Buenos Aires, a companhia não opera desde o dia 16 de março e não tem previsão para retorno.

Medidas sanitárias

06590

Medidas sanitárias de Air France-KLM

A Air France-KLM tornou obrigatório o uso de máscaras. Haverá também a checagem de temperatura antes dos voos, além de uma limpeza mais reforçada das aeronaves, o que já esta acontecendo. “Já temos um processo extraordinário de limpeza, mas, durante a crise, estudamos tudo o que é possível para reforçá-la. Além disso, estamos evitando ao máximo o contato e, a bordo, também estamos mantendo um distanciamento social”, disse o diretor Comercial da Air France-KLM para América Latina, Seth Van Straten.

Receba nossas newsletters