Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Destinos

AGORA É OFICIAL! México retoma exigência de visto fisico para turistas brasileiros

México Alexander Schimmeck

Facilidade criada em dezembro do ano passado, que exigia apenas o visto eletrônico, está com os dias contados (Alexandrer Schimmeck)

Está no Diário Oficial da Federação do México desta quinta-feira (3) a decisão do governo de retomar a exigência do visto físico para turistas brasileiros. A medida começa a valer 15 dias após a data de publicação, ou seja, a partir do dia 18 de agosto. Com isso, a facilidade criada em dezembro do ano passado, que exigia apenas o visto eletrônico, está com os dias contados, já que agora o brasileiro voltará a precisar do visto físico para entrar no México.

“A partir da entrada em vigor deste Acordo, os nacionais da República Federativa do Brasil que pretendem ingressar no território nacional como Visitante sem autorização para exercer atividade remunerada, deverão solicitar à autoridade consular mexicana o visto correspondente, de acordo com o disposto no art. Procedimentos 1 e 2 das Diretrizes Gerais para a emissão de vistos emitidos pelos Secretários do Interior e das Relações Exteriores, publicadas no Diário Oficial da Federação em 10 de outubro de 2014”, informa o Diário Oficial.

Leia também:
Problemas com visto para o México já fazem interesse em Punta Cana disparar, diz Braztoa
Visto físico: cônsul honorária para Cancún e Riviera Maya lamenta decisão do México
Abav Nacional classifica decisão do México de retomar vistos físicos como “retrocesso”
ViagensPromo não vê como problema a questão do visto físico para o México

No dia 10 de outubro de 2014 foram publicadas no Diário Oficial do México as “Diretrizes Gerais para a emissão de vistos emitidos pelos Secretários do Interior e das Relações Exteriores”, a fim de estabelecer os requisitos e procedimentos que devem ser seguidos, o que envolvia a atenção aos pedidos de visto ordinário nos escritórios consulares do México ou nos escritórios de atenção aos procedimentos do Instituto Nacional de Migração, de acordo com o governo mexicano.

Considerando as estatísticas migratórias, o governo mexicano constatou que avanços com a medida anterior, essa criada em dezembro do ano passado, envolvendo a questão do visto eletrônico, não foram substanciais na redução do volume de migrantes brasileiros que transitam irregularmente pelo México.

“A medida não proíbe a entrada de brasileiros como visitantes sem autorização para realizar atividades remuneradas, mas a partir da entrada em vigor da minuta do acordo eles terão que tramitar o visto no consulado mexicano, como fazem atualmente os brasileiros que pretendem entrar por terra ou mar”, informou o governo.

É bom lembrar que turistas brasileiros que tenham visto norte-americano ou canadense não necessitam emitir o visto físico mexicano para entrar no México.

Altos custos para tirar o visto

O problema do visto físico é que, além do custo (US$ 48), tem a questão também do deslocamento, já que muitas pessoas não moram nas três cidades (Rio de Janeiro, São Paulo ou Brasília) que contam com o consulado mexicano. Sendo assim, a retomada desta obrigatoriedade tende a frear a ida de brasileiros ao México e consequentemente aos paraísos do Caribe.

CONSULADO EM BRASÍLIA – No caso do Consulado em Brasília, o turista deve solicitar um agendamento para processar seu visto por e mail: [email protected] e apresentar a documentação indicada no site: https://embamex.sre.gob.mx/brasil/index.php/inicio, na seção Serviços Consulares/Vistos.

CONSULADOS NO RIO E EM SÃO PAULO – Para agendamentos no Consulado do Rio de Janeiro, é preciso escrever para [email protected], e para o Consulado de São Paulo, é preciso seguir as seguintes instruções: https://consulmex.sre.gob.mx/saopaulo/index.php/component/content/article/43

Requisitos para o visto de “Visitante”

1. Formulário do visto com fotografia recente, colorida e fundo branco.
2. Original e cópia do passaporte vigente.
3. Original e cópia dos documentos que demonstrem que conta com emprego e contracheque dos últimos três meses ou decore dos últimos três meses.
4. Original e cópia dos extratos bancários dos últimos três meses.
5. Original e cópia de comprovante de endereço no nome da pessoa.
6. No caso de estrangeiros, apresentar original é copia do documento que comprove estância legal no Brasil (RNM).

Receba nossas newsletters
 

Todo o conteúdo produzido pelo Mercado & Eventos é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo sem autorização do Mercado & Eventos.

Para compartilhar esse conteúdo, utilize uma das formas de compartilhamento dentro da página.